Como funciona uma Agência de Inbound Marketing na prática?

Atualmente, com a era da informação cada vez mais presente no dia a dia, podemos observar as transformações através da tecnologia que permitiram revolucionar nossa forma de pensar e de agir.

O papel que antes era exclusivamente do vendedor de convencer o cliente já não é mais tão efetivo, uma vez que as pessoas estão cada vez com mais pressa e com acesso à informação.

Hoje em dia existem várias opções de compras, então é um contexto digital desafiador em fazer com que um usuário escolha a sua empresa para fechar negócio.

Com essa nova era, exigiu uma nova demanda para criar um novo modelo que compreendesse essas novas formas de se comunicar, utilizando estratégias de convencimento.

Assim, o Inbound Marketing foi implementado através da proposição de que o marketing é muito mais amigável quando ele não interrompe uma atividade e sim busca atrair o cliente.

Um pequeno resumo

img 5f6cb81ac1615

O conceito de marketing sempre se tratou em interromper a atenção do usuário para mostrar produtos ou serviços que seriam viáveis para sua vida.

Contudo, os tempos mudaram, as transformações digitais trouxeram mudanças no comportamento do consumidor e as empresas precisavam pensar em novas formas de conquistar e convencer seus clientes.

Assim surge o Inbound Marketing, um conjunto de estratégias para atrair clientes em potenciais e guiá-los até o momento da compra.

As pessoas que podem ter interesse por seu produto ou serviço pode não conhecer sua empresa ou muitas vezes não saber que tem um problema.

É nessa premissa que as agências de Inbound agem, identificando quem são essas pessoas e criando estratégias para chegar até elas, ou melhor, deixar que elas cheguem até você. 

O Inbound Marketing atua em cinco esferas da sua empresa:

  1. Aumentar a visibilidade da marca;
  2. Atrair clientes em potencial e os qualificar;
  3. Diminui o custo de aquisição dos clientes;
  4. Otimiza o processo de vendas;
  5. Cria conteúdos e materiais que dão autoridade.

Quer saber mais? Temos outro post que explica mais sobre clicando aqui.

Como é uma agência de Inbound Marketing?

Uma agência de Inbound Marketing precisa ter ciência de agir ensinando para transmitir credibilidade antes de tentar vender algo, ou seja, se relacionar e depois fazer uma oferta.

É fundamental que a agência saiba sobre jornada de compra, pois nem sempre o lead está no momento certo de efetuar uma compra.

Assim, é iniciado o processo de criar conteúdos e materiais que possa interessar um determinado perfil de usuário e dessa forma conseguir o contato dele.

Para isso, é necessário atribuir Personas e identificar o seu comportamento de compra para conseguir criar e planejar as estratégias de persuasão.

Dessa forma, atrair o usuário começando por educá-lo e iniciar o processo de nutrição, despertando o interesse de compra e criando um relacionamento entre o consumidor e sua marca.

Depois, é necessário deixá-lo confiante para seguir com os próximos passos do funil de vendas até fechar negócio com a sua empresa.

O funil de vendas é dividido da seguinte forma:

1. Topo de funil: onde é trabalhado a visibilidade da sua marca, apresentando para clientes em potencial e trabalhando a confiança. É também onde se entrega materiais que ajudem os possíveis clientes a identificar problemas e convertê-los em leads;

ebook inbound e outboundPowered by Rock Convert

2. Meio de funil: aqui é onde vamos focar na conversão, mostrar possíveis soluções para os problemas dos leads e evitar que eles tenham possíveis objeções em adquirir o produto ou serviço.

3. Fundo de funil: Por fim, convertemos os leads qualificados para o processo de compra, eles já vão estar qualificados para fechar negócio;

Temos outro post que explica direitinho o que o funil de vendas bem aqui.

Afinal, como funciona na prática?

agencia-de-inbound-marketing

Para explicar isso, devemos dividir o Inbound Marketing em quatro grupos onde cada um trabalha em uma parte específica do processo:

1. Etapa de atração: onde atraímos leads para o seu site ou redes sociais;

2. Etapa de conversão: converter o máximo de visitantes em leads, transformando eles em oportunidades de venda;

3. Etapa de relacionamento: onde vamos nutrir os leads com conteúdos até que ele esteja pronto para receber uma proposta e fechar negócio.

4. Etapa de análise: onde vamos gerar análises e ajustar a estratégia de acordo com o resultado.

E é nessas etapas que devemos preparar a jornada do usuário até ele efetuar a compra e fazer a análise de dados.

  1. Atração

Voltando para a primeira etapa, o foco é criar algo que realmente possa interessar ao seu público, ao invés de atirar para todos os lados atrás de várias pessoas que podem ou não se interessar por sua empresa.

Como fazemos isso? Através de blogs de conteúdos, links patrocinados, redes sociais e SEO. Afinal, o site da sua empresa possui uma função maior do que  um mero cartão de visitas, do que adianta você ter um site com um design atrativo se ele não tem público?

  1. Conversão

Essa etapa se trata de transformar o usuário em lead, então precisamos de que ele nos forneça informações e em troca podemos oferecer algum conteúdo de valor gratuitamente, seja através de Landing Pages de conversão, CRO ou avaliações gratuitas.

  1. Relacionamento

Na etapa de relacionamento é onde vamos preparar o lead para que ele esteja pronto para receber uma proposta e fechar negócio. Para isso é preciso que ele passe por um percurso respeitando estágios, onde é alimentado com conteúdos até a etapa de decisão de compra.

Algumas ferramentas que podemos utilizar nessa questão é: Automação de marketing, e-mail marketing e nutrição de leads.

  1. Análise

Após a concretização da venda, existem algumas ferramentas que podem auxiliar na jornada de contato com o vendedor, como Lead scoring, Inbound Sales e CRM.

Além disso, é necessário também avaliar todos os resultados para comprovar o retorno de investimento baseado em números reais que estarão sendo coletados durante todo o processo.

Portanto, é importante monitorar as interações do seu público em suas plataformas de contato seja sites, posts, redes sociais e campanhas para assim direcionar os esforços do seu time em como solucionar e otimizar esse processo de Inbound.

O Web Analytics é uma ferramenta bastante útil para avaliar essas métricas.

Conclusão

img 5f6cb8207a169

E então, se assustou com a quantidade de ferramentas utilizadas? É por isso que trabalhamos em equipe, com pessoas responsáveis por cada etapa do Inbound Marketing e possibilitando personalizar as demandas de acordo com cada cliente. 

Agora que você já sabe como funciona uma agência e o valor que ela pode trazer para sua empresa além de retorno de investimento, por que não entra em contato sem compromisso com um de nossos especialistas? 😉

ebook planejamento de marketing de sucessoPowered by Rock Convert

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Marcadores:

Search
Generic filters
Exact matches only

SOBRE O AUTOR:

Elvis Henrique
Diretor de Arte

Sempre buscando estimular sua criatividade, Elvis adora ser desafiado em todos os sentidos, seja criando uma nova linha visual ou procurando novas formas de conhecimento.

Assine nossa Newsletter:

O melhor conteúdo de marketing na sua mão!

Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdo de qualidade gratuitamente!

Fique por dentro do Marketing Digital

Se inscreva agora na nossa newsletter

Você receberá tudo que há de novo sobre Marketing Digital. Relaxe, não enviaremos spam!

ELIAS COELHO

GUIA CRIATIVO

“LEMBRA DAQUELE CARA QUE DESISTIU? NEM VOCÊ NEM NINGUÉM”

Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele. Pois é, na verdade é um nome artístico, escolhido pelo próprio para… Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele. Pois é, na verdade é um nome artístico, escolhido pelo próprio para… Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele.