Otimização de Sites: saiba como aumentar a visibilidade do seu site

Se a sua empresa tem um site, mas não consegue uma quantidade relevante de visitantes (e, consequentemente, clientes), esse post é pra você.

Nele vamos falar de algumas dicas para melhorar e otimizar o seu site para motores de busca e os benefícios que o aumento de tráfego traz à sua empresa.

Se você não sabe se o seu site é bem ranqueado, siga a lógica deste exemplo.

Se você tem um escritório de advocacia em São Paulo, por exemplo, digite no Google “escritório de advocacia em são paulo”.

Se a sua empresa não aparece na primeira página e você deseja que isto aconteça, a otimização de sites é a solução.

O que é Otimização de Sites e por quê é importante?

A Otimização de Sites são técnicas utilizadas para melhorar o posicionamento do site da sua empresa nos mecanismos de busca, como Google, Bing, etc.

Os algoritmos desses mecanismos de buscas definem a qualidade dos sites a partir de vários critérios e, quanto mais bem avaliado for o seu site, melhor será a posição dele nos resultados das pesquisas. 

Vale lembrar que o Google não é o único grande motor de busca.

Sites como YouTube, LinkedIn e Instagram, por exemplo, também utilizam essa tecnologia, mas cada qual com suas particularidades.

O LinkedIn, por exemplo, utiliza cargos para encontrar pessoas, já o Instagram, utiliza hashtags para mostrar fotos e vídeos.

E onde aparecem os sites bem otimizados?

Os sites que são bem otimizados e, consequentemente, bem ranqueados, aparecem logo abaixo da seção destinada aos anúncios.

Isso mostra que se o seu site for bem ranqueado, você terá uma posição de destaque e não precisará pagar para isso.

Ou seja, é uma estratégia que pode valer a pena, financeiramente falando.

Sendo assim, ao invés de pagar para estar nas primeiras posições, você otimiza o seu site e consegue esse objetivo organicamente (de graça).

Há pesquisas que mostram que os resultados apresentados na busca orgânica recebem cerca de 60% a 70% dos cliques, pois os usuários tendem a confiar mais em quem conquistou a posição de maneira gratuita do que os anunciantes.

resultado orgânico
O conteúdos dentro do retângulo vermelho se refere ao resultado orgânico.

A página resultado das pesquisas também é conhecida como SERP (Search Engine Results Page), que pode variar bastante de acordo com o que é pesquisado.

Organize a estrutura do seu site

1. Defina um bom título

O primeiro passo para uma otimização de sites efetiva é garantir que cada página tenha um título único.

É importante que o título de cada uma delas faça sentido com o conteúdo e, além disso, faça sentido com o que as pessoas buscam. 

Ainda utilizando o exemplo que demos anteriormente, se você tem um escritório de advocacia em São Paulo, provavelmente as pessoas que não conhecem o seu escritório irão procurar por “Escritório de advocacia em São Paulo”. e não pelo nome do escritório (já que elas não sabem da sua existência).

Então, ao invés de criar o título dessa forma (resultado na 10ª página):

exemplo de title tag

Seria interessante que você fizesse dessa forma, com as principais palavras chaves no título (primeiro lugar da primeira página):

exemplo de title tag otimizado

A Meta Description é uma espécie de resumo que o leitor irá encontrar nos resultados antes de acessar a página.

Tê-la de forma clara é um fator importantíssimo que fará com que os usuários acessem o seu site. 

exemplo de meta descrição

Vale lembrar que, apesar de muitos acreditarem que a Meta Description é um fator de rankeamento, o Google afirmou que não é.

Porém, ignorar esse fator durante a otimização de sites pode ser um erro grave, pois ele é um dos fatores que irão persuadir o usuário a entrar em sua página, aumentando o seu CTR.

2. Tenha um site rápido

Você já tentou acessar uma página e ela demorou muito para carregar?

Provavelmente você, assim como eu, desistiu de esperar e procurou alguma outra que carregasse de forma minimamente aceitável, correto?

O Google entende quando o visitante age dessa forma (clica no link do seu site mas desiste rapidamente), então para que você não perca visitantes, é importante que o seu site carregue rápido. 

Para isso, é importante que você tenha um site leve e um bom servidor.

O primeiro passo para isso pode ser checar a velocidade do site através do Google PageSpeed Insights

3. Crie conteúdo

O Google entenda que aquele site que fornece conteúdos de qualidade e frequentemente atualizado, deve ser priorizado nos resultados.

Mas também pode penalizar aqueles que copiam conteúdos e que possuem um conteúdo de má qualidade, rebaixando-o nos resultados.

Então a dica é se dedicar àquilo que pretende inserir em seu site.

Seja em páginas institucionais ou em conteúdos para o blog, é importante entender quais palavras chaves fazem sentido e escolhê-las bem antes de usá-las.

Antes de escrever conteúdos, é interessante acessar algumas ferramentas como UberSuggest.

4. Identifique as imagens

Se o Google não consegue ler imagens (ainda), como ele entenderá as que estão no seu site?

É essencial otimizar as imagens com a utilização de textos em três locais: no nome do arquivo, no texto alternativo e em sua volta.

Isso também irá ajudar pessoas com deficiência visual a lerem o seu conteúdo, e com certeza o Google levará isso em consideração. 

5. Tenha uma URL clara

Ao criar as páginas do seu site, preste bastante atenção em suas URL (Uniform Resource Locator).

Faça com que elas sejam curtas e objetivas e quando se tratar de um post blog, dê preferências às palavras chaves em sua construção.

Para exemplificar, dê uma olhada neste link:

https://www.medicinabrasil.com.br/articles/322345.php

Você consegue entender do que se trata esta página? Impossível, correto?

Agora imagine se esta fosse a URL:

https://www.medicinabrasil.com.br/como-perder-peso

Além de uma URL clara, há um estudo da Ahrefs que mostra uma correlatividade entre a posição das páginas em resultados de buscas e a quantidade de palavras contidas em seu endereço, como dito anteriormente.

número de caracteres da url relacionado com a posição no google

6. Mensuração de resultados

Tão importante quanto desenvolver o trabalho de SEO, é monitorar os seus resultados e o desempenho do seu site.

É imprescindível saber quais estratégias estão dando certo, quais devem ser potencializadas e quais precisam ser melhoradas.

Existem alguns Indicadores Chaves de Desempenho (ou KPI, Key Performance Indicator) que merecem serem acompanhados constantemente. Alguns que indicamos são:

  • Número de sessões orgânicas;
  • Visualizações de páginas orgânicas;
  • Taxa de rejeição orgânica;
  • Tempo de permanência orgânica;
  • Entradas orgânicas em páginas individuais.
  • Porcentagem de visitantes convertidos em leads;
  • Total de leads gerados por funil;
  • Porcentagem de assinaturas em newsletters.

E como o SEO está totalmente ligado ao Marketing e Vendas da sua empresa, vale a pena também acompanhar esses outros indicadores:

  • ROI do investimento feito em SEO;
  • Economia do CAC (Custo de Aquisição de Cliente);
  • Economia em mídia paga;
  • Receita gerada via tráfego orgânico, visitante e lead.

E como saber se seu site está otimizado?

Existe uma ferramenta online que pode te dar um diagnóstico rápido de como está o seu site em 4 principais pilares: performance, acessibilidade, melhores práticas e SEO.

A partir dela, você já pode identificar onde precisa melhorar e dar o primeiro passo na construção de um site bem otimizado.

Você pode acessar através por aqui.

img 5f69f101cc7dc

Conclusão

O investimento em SEO leva cerca de 6 a 8 meses para começarmos a colher os frutos dessa estratégia, mas quando pensamos no longo prazo, pode ser uma forma de gerar economia significativa das campanhas pagas.

Com esses 6 principais pontos você, provavelmente, já conseguirá colher frutos em alguns meses, mas caso precise de ajuda, pode contar conosco da Colina Tech. 

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Marcadores:

Search
Generic filters
Exact matches only

SOBRE O AUTOR:

joel lopes
Joel Lopes
CFO

Responsável por cuidar das finanças da Colina, Joel busca sempre fazer os melhores investimentos para que a Colina Tech possa impactar mais empresas.

Assine nossa Newsletter:

O melhor conteúdo de marketing na sua mão!

Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdo de qualidade gratuitamente!

Fique por dentro do Marketing Digital

Se inscreva agora na nossa newsletter

Você receberá tudo que há de novo sobre Marketing Digital. Relaxe, não enviaremos spam!

ELIAS COELHO

GUIA CRIATIVO

“LEMBRA DAQUELE CARA QUE DESISTIU? NEM VOCÊ NEM NINGUÉM”

Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele. Pois é, na verdade é um nome artístico, escolhido pelo próprio para… Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele. Pois é, na verdade é um nome artístico, escolhido pelo próprio para… Vamos começar com uma curiosidade, Elias não tem nada de coelho no nome registrado dele.